555.555.55555 Contato@Idealizy.com
Sua empresa e você estão preparados para a próxima crise?

Sua empresa e você estão preparados para a próxima crise?

Podemos definir como crise uma mudança, repentina e inesperada.
O maior erro é considerar este fato como isolado e temporário.
Obviamente que algumas medidas imediatas tem que ser tomadas, mas é recomendável manter o gerenciamento apesar da crise para que possamos sair dela mais experientes e fortalecidos.
Nestes momentos turbulentos é normal clientes priorizarem o consumo e comprar somente o necessário. 

Isto requer toda sua atenção, pois quando o fluxo de clientes cai implica diminuição também do volume de vendas e consequentemente o faturamento, tornando ainda maior o desafio de empreender.
A esta altura é hora de ser proativo e buscar a melhor saída para estes contratempos.
O ideal seria se preparar com antecedência, mas a crise chega sem aviso prévio exigindo de nós ação imediata e reação aos eventos.
Liderar em tempos de crise é ter pulso firme, bem como ter a humildade para pedir a contribuição de outras pessoas visando atender as emergências adaptando-se paulatinamente à nova realidade.
Antecipar-se aos fatos e a possíveis cenários são medidas que lhe proporcionarão mais autoconfiança quando da chegada da crise.
Estabelecer protocolos emergenciais e de gerenciamento de crise priorizando a comunicação.

O treinamento de equipe delegando funções claras de liderança é fundamental neste processo considerando os recursos humanos, operacionais e financeiros;
Ação Imediata com rapidez e flexibilidade à situação deixando as pessoas fazerem as tarefas para as quais foram preparadas irá impactar positivamente nos resultados.

O segundo passo é deixar a equipe de gerenciamento de crise cumprir seu papel e responder aos eventos.
Identifique as lacunas e implemente os protocolos estabelecidos para cada situação com foco na prevenção para reduzir o impacto desta crise, aprimorar a agilidade de respostas e reduzir o risco de futuras.
No momento atual estamos passando por uma pandemia, uma crise de saúde pública e política que impactou diretamente a situação econômica do país e do mundo.

Ninguém poderia imaginar que isso pudesse acontecer!
Se a importância de estamos preparados para o enfrentamento de mudanças rápidas estava na teoria pudemos comprova-la na prática.
Um novo planejamento implica ações seguras e eficientes diante de situações imprevisíveis ou difíceis provocadas pela crise exige que a empresa use uma estratégia de suporte aos gestores e ao negócio em si.
Além do planejamento faz-se necessário mais inteligência e
criatividade para gerir a crise e minimizar o impacto negativo queafeta a empresa nestes tempos de incerteza.
Estudar as possibilidades com base nos resultados de análise e tomar decisões efetivas e assertivas visando manter o equilíbrio financeiro e profissional é uma atitude proativa e necessária para que a empresa continue produzindo com qualidade.


Num cenário de pandemia cada ponto deve ser analisado
criteriosamente para evitar que o caos afete a estrutura
organizacional.
Neste novo cenário é necessário que nos preparemos para
enfrentar os próximos meses e os desafios que essa crise irá trazer.
 Como preparar as equipes e líderes para trabalharem em
home office?
 Que modelos de negócio posso adotar para continuar a
atender meus clientes?

 Quais ferramentas online posso lançar mão e manter meu
negócio vivo e funcionando?
 Que posturas profissionais necessito adotar hoje para ser
proativo na minha empresa?
 Numa crise quais adequações posso fazer no meu negócio
para manter a saúde da minha empresa seja online e/ou
offline?

Para uma ação imediata e a título de contenção uma das medidas
mais seguras adotadas pelas empresas para manter a produção é o
trabalho home office e para que as demandas sejam atendidas com
qualidade é necessário algumas avaliações:
1 – O local é adequado para as atividades?
2 – Os equipamentos são suficientes para realizar as tarefas?
3 – Quais os meios de comunicação serão adotados?
4 – O local tem uma boa conexão de internet?
5 – Os equipamentos suportam reuniões online?
6 – A empresa vai ceder equipamentos compatíveis?
7 – A empresa vai contribuir na conta de energia e internet?
8 – Quais suportes o colaborador precisará?

Embora esta possa ser a opção imediata mais acessível o
monitoramento fica um pouco comprometido e faz-se necessário estabelecer feedbacks periódicos, motivação da equipe e estratégias exclusivas de fortalecimento e manutenção da cultura da empresa.


Optar por uma reserva financeira é uma boa estratégia de
planejamento financeiro para se prevenir de imprevistos ou crises e isto pode ser feito a longo prazo e é diferente de capital de giro.
Trata-se de reserva de emergência, portanto só poderá ser usada com esta finalidade.

Esta reserva poderá livra-lo de recorrer a empréstimos com taxas de juros alta, além de descapitalizar sua
empresa. 
Neste contexto pode-se afirmar que a gestão do estoque exige uma atenção redobrada e pode ser considerada uma estratégia inteligente que exige análise e planejamento para evitar perdas financeiras.

Campanhas promocionais e de fidelização pode facilitar o escoamento do estoque.
Concomitantemente você deve organizar suas compras e negociar com seus fornecedores considerando quando e quanto deve comprar para manter o estoque equilibrado.
É preciso gerenciar e negociar seus custos fixos como aluguel,
energia, manutenção, folha de pagamento, encargos sociais e
tributação fiscal.
Uma possibilidade bem interessante é adaptar o seu negócio para atendimento online, pois além de proporcionar mais conforto para seus clientes esta ferramenta poderá agilizar os processos e até estreitar o relacionamento cliente x empresa. Planejar e encaixar seu negócio nesta modalidade poderá evitar que ela feche as portas.
Por fim os pagamentos digitais é uma opção que deverá ser
implementada em sua empresa o mais rápido possível, pois com o surgimento das contas digitais incorporando esta nova forma de pagamento, mormente quando as pessoas estão consumindo online pode fazer sua empresa sair à frente da concorrência.

O cenário é de ajuste tático e estratégico para todos os
segmentos de mercado e ninguém está imune a essa crise.

Faz-se necessário reestruturações financeiras e operacionais para passar por esta turbulência ainda sem previsão para acabar e até mesmo se preparar para as próximas crises. Neste sentido para fazer a reestruturação operacional, que é a etapa mais difícil, a reestruturação financeira é uma condição sine qua non até mesmo para a sobrevivência da empresa.

Partindo deste pressuposto sugiro que faça hoje mesmo um
diagnóstico financeiro de sua empresa e lembre-se que o objetivo
agora é nos capacitar, nos adaptar, nos reinventar para sair da
crise. Como? Tire o “s” da palavra crise. CRIE!

Live no Instagram, melhores técnicas.

Live no Instagram, melhores técnicas.

A live é um recurso do Instagram que possibilita a transmissão ao vivo, bem como a gravação de videos e é disponibilizado pela rede para todos os usuários que desejem aumentar seus seguidores, ter uma maior interação com seu público e até divulgar um produto ou serviço.
Esta ferramenta foi liberada em 2016 e tem sido muito procurada por usuários de todos os segmentos para alcançar sua audiência, considerando que apenas com recurso de um smartphone e boa internet é possível fazer uma transmissão ao vivo de forma fácil, rápida e descontraída, levando, em tempo real, conteúdos exclusivos ao seu público.
O Instagram tem mais de um bilhão de seguidores do mundo inteiro e seu algoritmo prioriza as lives como primeira opção nos Stories para seus seguidores, os quais são notificados quando do início da transmissão.
Através do feedback pode-se constatar que 80% dos usuários preferem assistir a uma live a visitar o blog de uma marca.
Vamos apresentar os benefícios para você lançar mão desta estratégia, que com certeza irá alavancar suas vendas
.

Benefício 1 – Engajamento


Um das características mais relevantes proporcionadas pelas lives
do Instagram é o engajamento, pois a possibilidade de interação
com seus seguidores é no mínimo emocionante, tornando mais
interessante e humanizada a entrega de conteúdos inéditos e
exclusivos. Já quem assiste tem a oportunidade de estar mais
próximo da pessoa ou marca que segue e admira.

Benefício 2 – Gatilhos Mentais

Na transmissão ao vivo há uma possibilidade maior de ativação dos
gatilhos mentais da urgência e exclusividade, pela oferta de um
serviço ou produto com poucas unidades disponíveis e por tempo
limitado e com isto fazendo uma chamada para ação.


Benefício 3 – Conteúdo de Valor

A transmissão ao vivo proporcionado pelas lives exige uma
responsabilidade maior, pois seus seguidores vão conhecer os
bastidores da sua empresa que normalmente não são mostrados
através de stories. Além disto a possibilidade de feedbacks ao vivo
requer que o conteúdo seja diferenciado e de qualidade que irá
impactar positivamente e agregar valor à sua audiência.

Benefício 4 – Baixo Custo


Há algum tempo atrás era quase impossível fazer uma transmissão
ao vivo sem gastar muito dinheiro, mas através da live streaming
hoje em dia isto tornou-se leve e descomplicado bastando um
smartphone e uma boa conexão com a internet.


Benefício 5 – Leads

Conforme já mencionamos quando de uma transmissão ao vivo
todos os seus seguidores são notificados pelo Instagram, os quais
marcarão presença ávidos por mais um conteúdo de qualidade.
Este é o momento ideal para captação de clientes através do call to
action e até mesmo capturar E-mails para envio de um E-book ou
mapa mental da transmissão.
Agora que você já sabe o que é o Instagram Live e seus benefícios
vamos mostrar como se faz um vídeo ao vivo no Instagram num
passo a passo bem simples:

Primeiro passo: Entre no Stories
No seu Instagram vá ao canto superior esquerdo da tela e clique no
item Stories ou arras a tela para a direita do seu feed.

Segundo passo: Escolha a opção “Ao Vivo”
Clique nesta opção que está localizada no canto inferior esquerdo
da tela.


Terceiro passo: “Transmitir ao Vivo”
Ao selecionar esta opção cheque sua internet, o som e a imagem
antes de começar a gravação. Peça feedback aos seguidores que
já estivem online.

Quarto passo: Encerrar
Ao terminar sua transmissão clique em “encerrar” no canto superior
esquerdo. O aplicativo lhe mostrará quantas pessoas lhe
acompanharam ao vivo.
Agora você poderá compartilhar a live em seus Stories, salvar o
vídeo em seu dispositivo ou simplesmente descarta-lo.
Vamos agora falar das melhores técnicas para melhorar a produção
de um vídeo e fazer uma boa live no Instagram:


1 – Roteiro
Por mais descontraída e interativa que seja este recurso um
planejamento prévio e a estruturação de roteiro com os tópicos a
serem abordados vai lhe dar mais segurança e evitar que você
esqueça de mencionar temas relevantes e lhe ajuda a mensurar o
tempo de transmissão.


2 – Cenário
Escolha um local bem iluminado, com boa acústica e sem ruídos
externos, isto lhe deixará confortável para transmitir seu recado com
leveza. Observe os detalhes de fundo para evitar desconcentração.

O ideal é que seja um estúdio ou local fechado, mas se não for
possível, organize um local mais tranquilo.


3 – Qualidade de som e imagem
Para atender a este quesito você precisará de um smartphone ou
computador e uma internet de qualidade para evitar que o vídeo
fique travando ou o som cortando. É importante testar tudo antes e
interagir com a audiência durante a transmissão e confirmar se está
tudo ok.


4 – Participação de convidados
É possível a participação de um ou mais convidados numa live. É
uma estratégia que enriquece o conteúdo mormente se o convidado
tem expertise no assunto, pois além de agregar valor pode validar
sua fala compartilhando alguma experiência e fazer perguntas
pertinentes. Pode até ser um cliente fazendo um relato sobre seu
produto produzindo uma prova social promovendo sua autoridade
no serviço e/ou produto.


5 – Empatia e simpatia

Coloque-se no lugar de espectador e sinta se acha o tema
interessante, se estaria disposto a ouvi-lo(a) até o final.
O carisma e a simpatia são qualidades essenciais para prender a
atenção e criar engajamento com sua audiência.
Lembre-se de agradecer ao final pela disponibilidade de ouvi-lo(a) e
aproveite para convidá-los para a próxima live.


6 – Agenda
É importante manter uma regularidade em sua agenda de lives para
que o público se acostume, por exemplo toda quinta-feira às 20 h,
ou quinzenal se preferir. Ainda assim é oportuno fazer o convite

com antecedência em todas as suas redes sociais para que possam
se programar e até compartilhar aumentando assim sua audiência.


7 – Espaço para perguntas
Estabeleça se vai abrir um espaço para perguntas ao final ou irá
responder durante a transmissão. Isto poderá interferir na conclusão
do seu raciocínio, mas em contra partida poderá receber feedbacks
interessantes sobre o ritmo da transmissão ou elucidando uma
dúvida de muitas pessoas. As perguntas podem partir do
palestrante para criar conectividade e incentivar o engajamento.


8 – Responda as perguntas
Estar à disposição para esclarecer dúvida vais criar respeito mútuo
e gerar credibilidade. Cria uma conexão incentivando o público a
criar demandas e a você de desenvolver seu trabalho de forma
direcionada.
O Instagram Live oferece outros recursos que vão facilitar muito
sua transmissão:

  • Como fixar, tirar ou filtrar comentários;
  • Compartilhar imagens;
  • Compartilhar perguntas feitas em Stories;
  • Participação de convidados;
  • Delimitar tempo de transmissão;
  • Fazer live pelo PC;
  • Fazer live concomitantemente no Instagram e Facebook.
    O Instagram Live chegou para ficar e precisa fazer parte da sua
    estratégia de venda e alavancar seus negócios.

Pronto para começar?

5 passos para fortalecer sua marca pessoal.

5 passos para fortalecer sua marca pessoal.

A marca pessoal ou

“personal branding”

está ligada à nossa essência e às características que fazem cada um de nós sermos
únicos. A exemplo de uma empresa que gerencia seu nome, produtos, logotipo, cores, fontes, linguagem e reputação constrói sua
identidade e impacta na forma que é percebida pelos consumidores, nós enquanto pessoas também temos nossas marcas como nome, estilo, forma de expressar causando diferentes impressões nas outras pessoas.
Neste sentido concluímos que a marca não é exclusividade de produtos ou empresas e que a marca pessoal é de extrema
importância para todo profissional seja um empreendedor autônomo, um servidor público, prestador de serviços ou do meio
empresarial.


Na verdade todos nós somos uma empresa “EU Ltda” e temos que administra-la de forma consciente construindo nossa reputação e posicionamento no mercado, como somos vistos e reconhecidos, sendo assim a gestão da marca pessoal não é privilégio de políticos, influencers ou artistas.
Vale lembrar que a reputação não diz respeito apenas às nossas qualidades técnicas ou experiências. 

É preciso se destacar para ter uma boa reputação no mercado.

Autenticidade e coerência é essencial nesta construção, pois passa segurança e credibilidade.

Mas, a estrela deste espetáculo é a paixão. Ela é a parte mais visível e que altera a percepção de valor da nossa marca no mercado.

Se formos apaixonados pelo que fazemos vamos, com certeza, nos empenhar mais e buscar um aprendizado continuo
para ser contribuição para o mundo.
O mercado freelancer, por exemplo, nos oferece muitas oportunidades quando conseguimos nos destacar e mostrar nosso
valor entregando um serviço de qualidade. 

Muitos profissionais tem talentos e expertises impares, mas não sabem explorar isto a seu favor e fica mercê da aprovação dos outros, todavia num mercado tão competitivo é oportuno mostrar nosso potencial deixando em evidência o nosso diferencial para nos vender e nos tornar autoridade no segmento escolhido tomando as rédeas da imagem que está sendo passada e percebida pelo público assumindo assim o controle da nossa marca pessoal.
Compreende-se que marca pessoal não é o que falamos sobre nós mesmos, mas sim o nosso valor e o que os outros compreendem da mensagem que transmitimos.
Para construir ou fortalecer nossa marca pessoal precisamos
observar três pilares:


1 – Objetivo
É fundamental entender o que queremos ser, como queremos ser
conhecidos, quais são os diferenciais que vamos oferecer e quais
valores vamos agregar.
2 – Networking
É muito importante conhecer e se relacionar bem com muitas
pessoas, mas num mundo de negócios competitivos uma habilidade
que faz a diferença é a de conectar pessoas.
3 – Persistência
A construção de uma marca pessoal leva tempo, requer paciência,
persistência e resiliência.
Enfim precisamos ter um objetivo claro e definido para a nossa
marca pessoal, conhecer e conectar as pessoas certas que possam
nos ajudar e ter persistência para continuar progredindo apesar dos
desafios.
Ainda neste contexto vamos apresentar cinco aspectos a serem
trabalhados para fortalecer nossa marca pessoal:

1 – Cultivar o autoconhecimento
Conhecer a nós mesmos é uma das habilidades mais importantes
para o nosso desenvolvimento e crescimento em todas as áreas de
nossa vida.
Ter a consciência de quem somos, conhecer nossas habilidades e
virtudes e reconhecer os pontos que precisamos melhorar ou
potencializar nos permite desenvolver o nosso potencial e através
de nossa alta performance alcançar o sucesso e realização pessoal.

É através do autoconhecimento que descobrimos nosso diferencial
o que servirá de alicerce para a construção ou fortalecimento de
uma marca pessoal a ser imprimida de forma indelével na mente e
no coração do nosso público alvo.


2 – Conhecer nossos clientes/público
Para ter sucesso neste quesito precisamos desenvolver a empatia e
a sensibilidade de entender as dores, prazeres e anseios de nossos
clientes, seguidores, público e quando mais informações tivermos
mais fácil será nossa conexão garantindo o êxito na comunicação
com um diálogo transparente usando as estratégias cabíveis com
decisões assertivas visando oferecer uma solução que elimine ou
minimize a sua angustia

.
3 – Planejar estratégias
Planejamento é pensar com riqueza de detalhes antes de fazer
alguma coisa. A finalidade é criar estratégias de ações para
direcionar a gestão da marca pessoal, com o objetivo de atingir
resultados com eficiência dentro de um tempo pré-fixado.
Após o processo de autoconhecimento e direcionamento do nosso
público é hora de criar uma boa estratégia para aplicação destes
dados. Para definir esta estratégia devemos ter clareza dos nossos
objetivos, do público que queremos impactar, como queremos ser
vistos e reconhecidos, que mensagem queremos transmitir, qual o
nosso diferencial, quais serão nossos canais de comunicação, o
que faremos para fortalecer nossa marca pessoal.
Neste sentido o que vai realmente fazer a diferença é como as
estratégias serão usadas a favor da nossa marca pessoal: a
metodologia que será aplicada, a nossa atitude enquanto
profissionais e o nosso diferencial no processo de construção de
uma marca de valor.
Mesmo que você nunca tenha pensado nisso de forma estratégica,
é com base nestes itens que as pessoas vão lembrar de você e se
referir à sua marca pessoal.


4 – Colocar o plano em ação
Com todas as informações necessárias e com uma estratégia
desenvolvida é hora de partir para ação vencendo os desafios e nos

aperfeiçoando nossas habilidades. Muita gente se sente insegura
nesta etapa, mas é precise começar mesmo não nos sentindo
prontos “feito é melhor que perfeito”. É hora de driblar a
procrastinação e nos lançar.


5 – Avaliar desempenho
A correria e as múltiplas demandas, a rotina, fazem com que
comecemos a agir no piloto automático, porém quando colocamos
um plano em ação é necessário analisar os resultados, ver o que
está dando certo, onde estamos errando e calibrar nossas ações.
Neste mundo globalizado a cada dia surge uma novidade, por isto
devemos estar sempre buscando conhecimento continuo para nos
manter atualizados.

Lembre-se: toda marca tem uma personalidade que foi se desenvolvendo com os aprendizados recebidos desde a infância e
aperfeiçoados ao longo da vida com as nossa vivencias do cotidiano, Tudo nos torna pessoas melhores e com marcas
pessoais diferenciadas.

Como se tornar um grande influenciador digital

Como se tornar um grande influenciador digital

A grande evolução da internet tem contribuído por atrair cada vez mais usuários online possibilitando a criação de diferentes e, até ousadas, formas de interação com o público, bem como o compartilhamento de opiniões e a troca de conhecimento.
Neste cenário de expansão surge a figura o influenciador digital ou digital influencer, uma profissão interessante e muito admirada.
Embora esta empreitada pareça fácil para o influenciador digital obter êxito faz-se necessário muita dedicação e trabalho.

Os desafios são muitos e requer aprendizagem constante para acompanhar as inovações que se apresentam a cada dia.
Ser um grande influenciador digital é o desejo de muitos internautas e alguns conseguem fazer sucesso compartilhando seus conteúdos em canais online diversos que possibilitam atrair audiência de vários segmentos.
Estes profissionais podem ser classificados pelo número de seguidores que possuem em cada nicho que se especializam como nomenclaturas como: nano, micro, médio, macro, mega e até celebridades.

O sucesso varia com o grau de engajamento com seus seguidores.
Vários nichos estão sendo explorados e dominados pelo influenciadores e o número de consumidor antenado a esta
proposta cresce a cada dia.
Para dar início ao interessante e desafiador caminho do marketing de influência é preciso descobrir sua expertise, ou assunto que gosta e domina em encontrar a forma adequada de se conectar com os seguidores interessados no tema.
Para se produzir conteúdo por meio de plataformas digitais e tornar-se um grande influenciador é preciso muita dedicação, tempo e aprendizagem constante.

É fundamental conhecer e até dominar bem o tema abordado e estabelecer uma linguagem que crie conexão com seu ouvinte seja através de um canal ou por outras mídias sociais.
Certificar-se que seu conteúdo irá agregar valor e impactar positivamente a vida das pessoas tornando-se uma contribuição
valiosa.

Seguindo estes dois princípios estará no caminho certo para fidelizar seu público e está fadado a se tornar um creator de muito sucesso.

E para este sucesso vamos apresentar alguns passos a serem seguidos:
1 – Defina seu nicho;
2 – Perceba a carência de seu público;
3 – Prime pela qualidade de conteúdo;
4 – Tenha consistência nas postagens;
5 – Interaja com sua audiência;
6 – Invista em marcas locais.


Neste contexto agora vamos abordar alguns tópicos a serem observados para a produção de conteúdos:


1 – Escolher um Nicho
Comece por uma expertise ou assunto que domine que sempre causa impacto positivo em seu ciclo de convivência: família,
amigos, comunidade. Isto lhe trará autoconfiança para conquistar autoridade no assunto e poderá dar o ponta pé inicial nas redes sociais e atingir um maior número de pessoas.
Um fator relevante a ser observado é que falar de temas atuais com informações úteis e relevantes sempre irão gerar mais
compartilhamento.

2 – Escolher redes sociais
Para os influenciadores iniciantes pode ser um incógnita optar por uma rede para publicar seu conteúdo, haja visto que cada uma tem suas especificidades e variações de performance e engajamento e para fazer uma escolha inteligente é preciso estudar o público que deseja alcançar e em qual rede ele está presente.

Se o nicho escolhido for o da moda o melhor é optar por plataformas onde os consumidores deste segmento estão ativos.

Considerando que o consumo de conteúdo é específico em cada plataforma faz-se necessário a adaptação do discurso para cada rede social.

O público do Instagram, por exemplo se diferencia dos usuários do Linkedin e há a necessidade de estudo aprofundado de
cada ambiente para ter sucesso no compartilhamento de conteúdo.
Selecionar e priorizar canais para compartilhar informações com um público tão dinâmico é sempre uma boa estratégia.

O ideal é começar com uns dois canais e dar uma atenção especial e com isto alcançar resultados significativos. O vídeo é uma forma de comunicação que lhe permite transmitir mensagens claras e personalizadas.

O Instagram além da publicação em stories lhe dá a possibilidade de gravação de vídeo através de lives onde poderá
interagir com sua audiência em tempo real.

A comunicação através do formato podcast tem crescido muito e alcançado excelentes resultados.


3 – Elaborar o Midia Kit
Este é um documento essencial para quem trabalha com perfis públicos.

É uma espécie de currículo do influenciador digital, uma vez que contém todas as informações profissionais do creator, tais
como redes sociais nas quais investe, grau de engajamento, número de seguidores, bem como as campanhas que já tenha
atuado.
Neste documento deve constar também o formato de seu conteúdo, quantidade de postagens, canais em que atua com a precificação de cada um e formas de contato.
O Midia Kit poderá ser elaborado por um designer a ser contratado para desenvolver o material ou com a participação do influencer numa plataforma de influenciadores, onde é possível criar um documento online com link personalizado onde as marcas poderão encontra-lo.


4 – Conectar com as marcas
O modo de exposição é fundamental para que as marcas possam acessa-lo e convida-lo para parcerias.

As melhores opções são as supracitadas: a elaboração do Midia Kit e a presença numa
plataforma de influenciadores onde é facilitado a conexão entre os dois universos, uma vez que o perfil do influencer estará sempre disponível quando a marca efetuar uma pesquisa de busca.


5 – Associar valor pessoal e valor de campanha
A coerência entre a maneira de agir de um influenciador digital e os valores pessoais que ele expressa aproxima-o de seus seguidores na medida que ele passa a inspirar confiança e a tê-lo como um guru.

Diante disto é imprescindível que estes mesmos valores sejam compartilhados quando da realização de uma campanha,
visto que os consumidores de conteúdo online desejam e apreciam a transparência.

6 – Associar a outros creators
Diante dos desafios para iniciar uma carreira do marketing de influência digital uma parceria com outros creators que já estejam solidificados em plataformas de influência e já tenham atingido o status de celebridade poderá dar um up em sua carreira e impulsionar seu canal.
Nesta parceria você poderá aparecer em um canal com alto número de seguidores ou ainda convidar um creator de sucesso para seu canal, as duas opções poderão alavancar sua posição.
Selecionar e priorizar canais para compartilhar informações com um público tão dinâmico é sempre uma boa estratégia.
O investimento em networking e o relacionamento com pessoas do meio, bem como comparecer a eventos com um público que poderá consumir conteúdos compatíveis ao que você oferece cria conexões reais e influentes.
Por fim receber feedback e estar acessível para responder perguntas demonstram simpatia e atenção e é uma maneira de
gerar fidelização ao conteúdo do influenciador.
Pronto para compartilhar seu know-how?

Como usar feedback para sucesso da sua empresa.

Como usar feedback para sucesso da sua empresa.

Feedback é a resposta dada a título de avaliação seja de uma atitude, um produto, uma prestação de serviço e/ou do atendimento recebido.

A ideia é captar a interpretação do outro sobre nosso comportamento ou ainda a opinião do produto ou serviço oferecido.
Muitas empresas vêm explorando este recurso em suas estratégias de vendas visando aumentar sua receita.
O feedback pode ser oferecido pelo público interno, pois uma equipe bem integrada causa um impacto muito grande no resultado final.
Já para o público externo o feedback se torna muito útil para mensurar o que está agradando seu cliente ou sua audiência e o
que deve ser modificado.
Neste sentido o feedback pode ser interpretado como prova social e tornar-se um termômetro poderoso para alavancar seus negócios.
Isto porque vivemos em sociedade e somos influenciáveis pela opinião e escolhas de outras pessoas.
Aprofundando neste conceito podemos afirmar que o feedback também é um fenômeno psicológico uma vez dependemos da opinião de outros para seguir com nossa ideia ou fazer algumas adaptações endossadas pelo consumidor.
Partindo deste pressuposto fica claro que a empresa deve estar atenta às expectativas de seus clientes e para tanto coletar
feedbaks para aprimorar o produto ou serviço que entregam é de extrema relevância para se manter competitiva e sustentável no mercado.
Consciente da importância de receber feedbacks muitas empresas utilizam o Net Promoter Score – NPS para indicar o grau de satisfação de seus clientes com seus produtos e serviços.
Podemos observar que trata-se de um conceito bem antigo, mas se ampliou consideravelmente com a chegada das redes sociais que vem proporcionando feedbacks rápidos, acessíveis e visíveis e esta influência vem trazendo resultados positivos para as empresas.
Neste artigo vamos lhe passar algumas coordenadas para que você possa explorar este recurso para ampliar seu negócio.
Em primeiro lugar procure adaptar esta modalidade às estratégias que você já utiliza tendo a consciência de sua eficácia.

O segundo passo é oferecer um produto ou conteúdo de qualidade, pois assim além de ser adquirido por muitos, estas pessoas tendem a indicar para amigos e parentes e até compartilharem suas redes sociais produzindo a prova social orgânica, porque ocorre de forma espontânea, ou seja a empresa oferece um bom produto o cliente adquire, aprova e consequentemente irá influenciar outras pessoas com seu depoimento favorável.
Produzir marketing de conteúdo torna-se uma opção interessante para receber feedback positivo pois, na medida que seu artigo ou post for muito compartilhado tendem a lhe reconhecerem como especialista no assunto e a concederem à sua empresa o rótulo de autoridade e será consultada sempre que necessitarem de uma opinião ou solução para seu problema.
Neste contexto é preciso muito critério para uso das redes sociais, devido a sua forte influência, considerando que um feedback positivo pode levar sua empresa a um crescimento imensurável, mas em contrapartida detonar com seu negócio com um depoimento negativo.
Vamos apresentar as principais redes para atingir este propósito para que você possa aprender a usá-los e obter bons resultados:

Instagram
É uma mídia simples de ser utilizada, pois além dos stories você pode fazer lives e estar ao vivo com seu público interagindo em tempo real, podendo pedir feedback estimulando as pessoas a compartilhar suas experiências com seus produtos ou conteúdos através de comentários ou usando uma hashtag# específica que possibilitará rastrear o conteúdo oportunamente.
Se desejar replicar esta fonte em suas próprias redes sociais deverá obter autorização de uso através dos comentários.
Seu engajamento nesta mídia garantirá uma presença digital crescente e concomitantemente um ciclo de prova social.


Foursquare
É uma plataforma de dados e tecnologia de localização independente que poderá ser usada por sua empresa.
Uma outra forma de fortalecer sua marca é, sem dúvida, a utilização de aplicativos de resenhas e opiniões como a área de check in do Facebook e o Foursquare.

Em sua nova versão o aplicativo possibilita encontrar o melhor restaurante da região por exemplo e as pessoas fornecem suas opiniões diretamente para as empresas, diante disto é recomendável construir seu perfil e moderar seus comentários, no caso de algum comentário negativo atenha-se a responder com cordialidade demonstrando o interesse de sua com seus clientes, levando em consideração que deverá ficar atento, pois esta opinião pode sugerir alguma coisa a ser aprimorada, porém sem expressar ou oferecer elementos suficientes para a mudança.

Neste caso solicite maior riqueza de detalhes para que você possa compreender e avaliar a possibilidade de modificação.

Facebook
As pessoas devem ser incentivadas a deixarem comentários e opiniões na área de avaliações ou a fazer o check in quando da
chegada ao ponto de venda validando a qualidade de seus produtos ou serviços, bem como das vantagens de ser um cliente ou parceiro da marca.

É possível e até recomendável colocar esta área dentro do site da empresa.
O feedback se torna importante na medida que ao criarmos um produto ou serviço temos uma visão limitada e quando ouvimos outras opiniões nos deparamos com outras possibilidades que nos permite aperfeiçoá-los tornando-os mais potentes e eficazes transformando-o em sua melhor versão.
A cultura de feedback na empresa é, sem dúvida, buscar um nível maior de satisfação dos clientes e sua fidelização, mas poder ajustar sua estratégia a partir de boas ideias sobre seu produto ou serviço, com certeza, irá impactar positivamente no crescimento de sua empresa.
Podemos afirmar que o feedback é um investimento relevante para o desenvolvimento pessoal e empresarial e com o crescimento as empresas podem oferecer mais oportunidades de emprego direto ou indireto, considerando os colaboradores, as parcerias, fornecedores e serviços terceirizados.
Lembre-se que um bom atendimento ao cliente é o maior aliado de uma estratégia de marketing e consequentemente o passaporte para torna-los verdadeiros promotores de sua marca.

Agora que você já entende o conceito de feedback é hora de colocar em prática!

Você tem o empreendedorismo no seu DNA?

Você tem o empreendedorismo no seu DNA?

Existem diversas definições para empreendedorismo, mas numa linguagem mais simples podemos dizer que empreendedor é a pessoa que coloca em execução uma tarefa difícil ou resolve um problema ou situação complicada agregando valor, identificando oportunidades e transformando-as em um negócio lucrativo.
Nascemos empreendedores? Será que empreender está no nosso DNA? Ou adquirimos essas habilidades durante nossa vida?

Um pesquisador levantou a hipótese de que inteligência e aptidões naturais influenciam no sucesso de cada um, assim como a idade em que se começa a praticar uma determinada atividade.

Neste contexto podemos afirmar que é possível estudar aprender a empreender, bem como desenvolver habilidades empreendedoras, praticar empreendedorismo e se tornar um empreendedor e até mesmo cultivar uma cultura empreendedora.
Partindo do pressuposto que tudo pode ser aprendido, praticado e aperfeiçoado, mesmo que você não tenha nascido com DNA empreendedor, ou se sinta velho para aprender e praticar o empreendedorismo saiba que muitos profissionais com este perfil buscam soluções, agem e superam estas dificuldades e tomam a decisão de empreender.
Vale lembrar que empreender não é só criar um negócio, contratar funcionários e se ocupar do fluxo de caixa, muito pelo contrário vai além dos muros de uma empresa começa com sua própria transformação, com a formação de uma equipe empreendedora e segue transformando seu negócio em exemplo na vizinhança, inspirando e impactando outras pessoas e construindo uma cultura empreendedora a partir de sua cidade expandindo para todo o mundo.
Para dar o primeiro passo desta caminhada é preciso fazer um auto diagnóstico.

Comece identificando um empreendedor de sucesso sinalizando suas características e observe em quais delas você é
bom e quais precisa se aperfeiçoar.

Para facilitar este processo vamos listar alguns conhecimentos, habilidades e atitudes relevantes a serem desenvolvidos para se tornar um empreendedor:
Conhecimento em finanças e contabilidade é importante visto que controlar os recursos é fundamental em qualquer negócio para minimizar perdas e otimizar investimentos com o objetivo de obter lucro.
Planejamento e Gestão de projetos são relevantes na medida que o negócio só terá chance de dar certo se bem planejado com antecedência mormente direcionando para os seus objetivos e metas.
Embora o empreendedor não precise ser um especialista em leis precisa ter conhecimento básico na área jurídica sobre a
constituição de uma empresa, regimes de tributação, encargos sociais e formas de contrato.
Identificar oportunidades é uma habilidade que pode mudar o rumo da empresa direcionando seus investimentos.
Uma das principais habilidades a ser desenvolvidas pelo empreendedor é saber vender suas ideias e produtos com persuasão, acreditando na ideia e lançando mão de técnicas como neurovendas a ainda manter um bom network. O marketing digital é a nova realidade do mercado.
Uma outra habilidade que podemos citar é a liderança e o trabalho em equipe, cada um contribuindo com sua expertise superando desafios para alcançar as metas. Um bom líder transmite autoridade e motiva sua equipe corrigindo os desvios.
Automotivação, determinação e resiliência são atitudes fundamentais, visto que lhe faz acordar pela manhã e ir a trabalhar
com garra e persistência superando todas as barreiras.
A autoconfiança é uma característica que o empreendedor precisa desenvolver para superar todas as inseguranças que se apresentam.

Enfim o empreendedor precisa ter autocritica reconhecendo seus pontos fortes e fortalecendo os pontos fracos para poder calcular os riscos e se lançar.
Para ser um empreendedor bem sucedido é preciso ter humildade e desenvolver algumas caraterísticas, as quais serão os pilares do processo, porém tenha paciência e seja gentil com você mesmo.
Não tente desenvolver simultaneamente duas ou três dimensões do DNA, foque em uma característica e trabalhe com ela. Isto lhe proporcionará crescer com leveza e motivação.

Caso contrário terá um conhecimento superficial em todas as dimensões e não lhe dará a consistência necessária para impulsionar seu negócio.
Neste sentido o que realmente importa é discutir o que você pode fazer com seu DNA e quais dons poderão ser lapidados para melhorar seus negócios imediatamente.
Com base em tudo o que já vimos até aqui podemos concluir que o perfil empreendedor pode estar no DNA, mas também pode ser desenvolvido.

Listamos algumas características comuns de quem empreende para que você identifique quais você já possui e quais
precisa desenvolver:
Comprometimento: Tenha congruência nas atitudes e responsabilidade para honrar seus compromissos.
Autoconfiança: Siga seu coração independente da opinião dos outros.

Supere os desafios e aja com firmeza e determinação confiando plenamente em seu propósito.
Automotivação: Busque inspiração dentro de si encarando com otimismo as falhas iniciais valorizando cada degrau alcançado.
Inovação: Explore novas ideias.

Esta característica é muito importante neste mercado competitivo.
Criatividade: Tenha foco na solução e não no problema.

Encare os desafios como oportunidade de crescimento.

Flexibilidade: Seja capaz de rever suas posições, fazer concessões e adaptações e até mudar de rota se necessário.

Crie protótipos e experimentos para testar suas ideias.
Proatividade: Antecipe-se às situações.

Esta também é uma característica interessante a ser desenvolvida pelo empreendedor:
Iniciativa: É a maneira oportuna e adequada de se posicionar apresentando soluções.

Influenciando pessoas e se antecipando aos fatos.
Energia: Mantenha o pique até que o projeto caminhe sozinho sem a necessidade de monitoramento em tempo integral.
Tomada de decisão: Tenha ações de forma ágil sem dar muito espaço às armadilhas da crenças limitantes.

E o primeiro passo para ser assertivo é planejar, mesmo em cenários de incerteza e medo do desconhecido.

Confie na intuição e vislumbre os insights.
Aprendizado: Aprenda com os próprios erros e experiência dos outros isto lhe proporcionará uma boa bagagem e lhe dará a força necessária para superar obstáculos e possíveis fracassos.
Relacionamento: Tenha uma comunicação eficaz e seja persuasivo na hora de vender sua ideia criando laços de confiança que consiga influenciar pessoas e fidelizar clientes.
Perseverança: Mantenha-se firme e constante em seus propósitos, superando seus limites e seguindo em frente com objetividade, clareza e com a coerência apresentada em sua proposta.
Se você não tem o empreendedorismo em seu DNA tem dois caminhos a seguir:

Dar desculpas ou encarar e superar os desafios.

Qual é sua escolha?